Após escorpião na fruta, Revap serve sanduíche com barata em São José, diz sindicato

Barata no Pao - Pragas e Eventos
O sindicato protocolou ofício nesta quarta-feira (6), em que pede explicações e providências da refinaria Foto: Reprodução/O VALE

Outra denúncia de contaminação alimentar na Revap é registrada pelo Sindipetro-SJC

O Sindicato dos Petroleiros de São José dos Campos e Região recebeu mais uma denúncia de alimento contaminado na Refinaria Henrique Laje (Revap). Esta nova ocorrência acontece apenas cinco dias após o flagrante de um escorpião vivo em frutas servidas no restaurante principal da empresa.

Sanduíche noturno com ingrediente indesejado

Na terça-feira (5), o Sindipetro-SJC foi informado de que um sanduíche servido durante o Turno Ininterrupto de Revezamento (TIR), à noite, continha um fragmento de barata preso à massa do pão. A denúncia veio acompanhada de uma fotografia que ilustrava a contaminação do alimento.

Reincidência após incidente com escorpião

Este incidente se soma a outras denúncias recebidas desde o lançamento da campanha “De Olho na Alimentação” pelo Sindipetro-SJC em 27 de novembro. O sindicato abriu um canal específico em seu site para que trabalhadores possam reportar problemas relacionados à qualidade dos alimentos na refinaria.

Situação alarmante e medidas necessárias

“Vêm sendo muito recorrentes as reclamações sobre alimentação na refinaria, o que só comprova a urgente necessidade da adoção de medidas concretas pela empresa, como, por exemplo, a rescisão contratual com o atual fornecedor que, já está claro, não atende ao mínimo esperado”, declarou o presidente do Sindipetro-SJC, Rafael Prado.

O sindicato protocolou um ofício nesta quarta-feira (6), exigindo explicações e providências da refinaria em relação aos dois incidentes, considerando que não obteve resposta sobre o caso anterior envolvendo o escorpião.