O Check List de Osborn nos diagnósticos Controle Integrado de Pragas em ambientes de alimentação

ad964113 4b68 48ef 9810 c5a3fa5a234a - Pragas e Eventos

Desenvolvimento e sobrevivência são processos evolutivos e permanentes, numa dinâmica manifesta de forma diversa dia a dia. Os processos de criação das pessoas interferem nos processos das empresas.

Tais pessoas recebem reciprocamente dessas empresas, influências das suas Culturas, Valores, Crenças e Procedimentos. O novo balanceamento dessas reações é bom num mercado felizmente ‘re-competitivo’ Brasil, mas desafios globais (da ONU!) GIGANTESCOS obrigam a novos padrões!

Empresas com habilidade em irradiar suas Políticas, Culturas e Protocolos aos colaboradores e fornecedores, obtém sucesso e evolução, pois o time daí cresce de forma consciente, algoritmos em melhoria constante, para a Qualidade!

Porém, quando resistências arraigadas impedem rumos emergentes, limitando ou atrofiando os processos de melhorias, as empresas estagnam ou pior – andam para trás – retrocedem! Impera a constante falta de tempo e liderança, os problemas se mascaram com ‘achismos’ não investigados. Surge o “manda quem pode e obedece quem tem juízo”.

Podem até haver milhares de ‘seguidores no Insta’ – mas não de verdade efetivos líderes. Esse vácuo de profissionais que “fazem as coisas acontecerem” é sentido pelos bons clientes que exigem a qualidade oferecida e cabe a empresa inteligente adotar ferramentas que gerem mudanças para melhor.

Necessário detectar e entender expectativas e acreditar que o sucesso do cliente é nosso sucesso. Em auditorias de áreas food – focando de diagnóstico e protocolos em Segurança – é reflexo direto.

No ambiente alimentício de novas tendências e expressões como PCCs, GMP, HACCP, FSSC e GFSI, uma sigla vale a pena conhecer: o WCM.

O WCM – “World Class Manufacturing“ ou “Produção de Classe Mundial“ é ferramenta para líderes, filosofia de gestão que objetiva obter melhores níveis de desempenho, perto da excelência.

Não só no âmbito regional, mas pensando e agindo grande, em esfera de grupo, uma coalizão – excelência! Filosófica porque não é a ‘Vigilância Sanitária ou a firma’ que fará isso acontecer – é o espírito das pessoas numa índole para o melhor afirma a equipe da LEVE – Assessoria / Consultoria em Alimentos, que atua com melhorias e redução de riscos e perdas em ambientes de alimentação.

Requer foco no cliente e resultados. Tem alicerce no pensar dinâmico, evolui nas auditorias técnicas, lapida os POPs e cristaliza na maturidade dos valores. Universo de processos avaliados e melhorados pontualmente por equipe multiprofissional experiente.

Sua aplicação é factível no Controle de processos e Infestação de alimentos, pois tais requisitos contemplam detalhes de segurança numa escala de discussão mandatória como Sustentabilidade, Validações, Ética, Cultura da Qualidade, Regulatórios, Análise de vulnerabilidades a ataque de pragas ,  entre outros fatores diferenciais.

As veterinárias aplicam essa Melhoria Contínua ativa, geradora de oportunidades na excelência em Segurança dos Alimentos e Controle de Perdas & Pragas em serviços sensíveis.

Registrou o consultor Geoffrey Moore na Harvard Business Review:Sem inovação não há diferenciação e sem diferenciação inexiste lucro e receita para atrair investimentos. Cabe aos inteligentes sair na frente, usando imaginação num processo darwiniano” É uma revitalização necessária nessa emergência de consumos.

Os consultores de melhorias aplicam o Check List de Osborn. Trata-se de ferramenta estimulante da criatividade, metodologia Brainstorming criada por Alex Osborn publicitário / matemático estudioso americano, num diagrama para aberturas de centenas de ideias nesse esquema. Grandes grupos internacionais de PCOs (controladoras de Pragas) aplicam.

Para se aprofundar um projeto, são inicialmente formuladas PERGUNTAS BÁSICAS INICIAIS da ferramenta 5W1H:

  1. 1. Por quê ?                         2. Onde ?                            3. Como ?
  2. 4. Quando ?                         5. O Quê ?                          6. Quem?

Logo após a planificação dessas 6 perguntas básicas iniciais, são incorporadas então, mais as
9 INDAGAÇÕES TÉCNICAS de criatividade:

  1. > Imagine outros usos, outras aplicações, variações, um brainstorming …
  2. > Imagine uma adaptação, um recurso melhor, algo não percebido …
  3. > Imagine uma diminuição, ou redução, desdobramento, uma síntese …
  4. > Imagine uma ampliação ou adição, agregar, visualize maior …
  5. > Imagine uma substituição, radical, inove, quebre o paradigma …
  6. > Imagine um rearranjo, um “zoom” de vai e vem na percepção …
  7. > Imagine o inverso, o imprevisível, inovador, antecipe a lei de Murphy …
  8. > Imagine uma combinação, junto e misturado, junção sinérgica …
  9. > Imagine talvez deixar como está ou então até como era antes

È feito o registro dessas possíveis proposições. Em seguida, faz-se a combinação, interação das 6 perguntas básicas iniciais, com as 9 perguntas técnicas acima, com os                              45 FATORES QUALIFICANTES dos detalhamentos:

DimensõesComprimentoLarguraAlturaProfundidade
ExtensãoPesoVolumeDensidadePotência
TempoFrequênciaPeríodoDuraçãoIdade
CustoInvestimentoRendaMovimentoEspaço
CoberturaLocalizaçãoNúmeroConcentraçãoOrdem
PlanejamentoControleEstruturaSistemaCapacidade
RecursosEsforçoTensãoIntensidadeEnergia
VelocidadeAceleraçãoTrabalhoPressãoCor
ÁreaSincronismoPosiçãoEficiênciaAtualização

O Check List de Osborn dá então 90.558 alternativas a serem estudadas, é programado usando tabelas pré-definidas num check-list de intersecção dos elementos. Esse conjunto de gerar alternativas – chama-se Regra Heurística – foca o raciocínio p/ soluções.

check - Pragas e Eventos
lis - Pragas e Eventos

Um exemplo: Suponha que se queira fazer um quadro de procedimento POP, ou criar um banner / flyer novo. Em primeiro lugar é necessário ter um QR (Quadro de Referência), isto é, necessário olhar para vários modelos para ter ideias. Ai é aplicar os conjuntos de questões no Brainstorming e no anterior ‘check de todas vogais’ no ‘Queijo Suíço’.

O que sucederá se esta apresentação ou imagens fosse reduzido? E se invertêssemos essa impressão? O que poderia combinar c/ ele? E se reduzisse esse texto? Ficaria moderno? E se ampliasse a finalidade do assunto? E se rearranjasse a ordem das imagens e letras? E se reduzisse a largura? Um expertise criativo estará sempre se perguntando: Como usar isto de forma  diferente melhor? Quem pode fazer de forma mais rápida? Quem deve fazer e aprovar? Quando soltar? Onde? O que pode alterar? E se inverter a modelo anterior? A ordem, posição, dimensão? E se combinar movimento 3D c/ espaço? E se ampliar rever uma parte fraca p/ exaltar? Tempo de sequenciamento? A estrutura diagramação? Ordem das fotos? Evidenciar armadilhas e dispositivos? E dividir a formatação em 2, ficará nova visível agradável inteligível? ‘Cruzamentos’ que geram milhares de resoluções resgatando novamente análise combinatória no processo. Nas nossas PCO’s (Controladoras de Pragas) – aplicar na questão de serviços e contratos!

Use na sinergia com as auditorias ou nas exigências de dispositivos atóxicos do cliente prospectado. É a imaginação no eficaz diagnóstico, a entalpia de evolução…

Note que empresas Classe Mundial – são formadas por pessoas Classe Mundial! E tais pessoas são especialistas em atoxidade e no repertório de ferramentas. Além da que citamos ‘QUEIJO SUIÇO’ na matéria anterior e ‘OSBORN’ agora neste.

Bons trabalhos com suas 2 ferramentas nas atividades internas de auditoria Food Service validando Qualidade – com Qualidade de Q maiúsculo !

A manutenção das empresas exige ‘Pessoas Classe Mundial’ atentas aos processos e detalhes ecológicos e utilizam conhecimentos e habilidades em constante evolução de atitudes. Nas áreas de Food Service idem – conte com equipe profissional!

Ter tempo é questão de opção, mas estar junto a essa evolução é questão de Verdade, Cumplicidade e Aprendizado. Acompanhe as matérias de Qualidade da P&E !

  • Pense Nisso, bom estudo, chame os especialistas!

José Carlos Giordano

JCG Assessoria em Higiene e Qualidade
www.jcgassessoria.com.br

Vet. Dra. Leila Moussa

Leve Assessoria e Consultoria de Alimentos
@assessoria.leve

Referências Bibliográficas

  • Glossário da Qualidade Total – QFCO – Belo Horizonte MG
  • Dicionário da Qualidade QAGT Ltda.
  • Dinâmica de Motivação e Sucesso – Maurício Góes
  • Glossário IMAM da Qualidade & Produtividade – SP
  • Cartilhas Técnicas – Qualidade em Quadrinhos – SP
  • Memory Jogger – Qualidade Ferramentas para uma Melhoria Contínua – Michael Brassard Qualitymark RJ
  • Guia de Resolução de Problemas – Nelson Aparecido Alves Qualitymark RJ