Por que baratas morrem de barriga para cima?

imagens de baratas mortas

Esse é um assunto nojento, mas tenho certeza que você tem curiosidade sobre isso. Na imensa maioria dos casos em que matamos uma barata ou a vemos morta por aí, ela está virada com a barriga e as patas para cima. Por que isso acontece, afinal? 

Fomos atrás de estudos sobre o assunto, além de teorias e argumentos de especialistas e empresas antipragas. De acordo com um estudo publicado na revista Journal of Insect Physiology em 1961, os inseticidas seriam um dos motivos. Eles aumentam o teor de acetilcolina (ACh) no tórax da barata em 300%. O excesso dessa substância causa espasmos musculares no inseto.

Por conta da acetilcolina, os neurotransmissores superestimulam as células musculares da barata. Em vez de caminhar, a barata agita todo o seu corpo até que ele vira.

Já a Terminix, uma das maiores empresas de controle de pragas do mundo, diz em seu site que a distribuição do peso das baratas também é um fator que a leva a virar o corpo neste momento de dor.

“Eles têm costas ligeiramente arredondadas e gordurosas que os ajudam a espremer e se esconder em fendas estreitas e fendas. Seus corpos bastante volumosos são apoiados por seis pernas longas que lhes dão um alto centro de gravidade. Isso resulta em baratas carregando a maior parte de seu peso em torno de suas costas”, explica o site.

“Quando uma barata está morrendo, seu alto centro de gravidade puxa suas costas para o chão. Seus músculos arredondados e enfraquecidos impedem que ela corrija a posição, especialmente em superfícies lisas, o que resulta em sua inversão”, complementa.

Em entrevista ao site Mundo Educação, o entomologista brasileiro José Henrique Guimarães, da USP (Universidade de São Paulo), disse que as baratas morrem de barriga para cima porque andam em paredes e superfícies verticais. Quando sentem os efeitos do veneno, caem dessas superfícies. Por isso é provável que a barata caia de costas.

Já se ela estiver no chão e você borrifar o veneno, provavelmente morrerá na posição normal, com as asas para cima — isso se os espasmos não a virarem.

O professor de zoologia José Willibaldo Thomé, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), diz que todos os insetos têm a abertura dos órgãos respiratórios na face abdominal. Logo, virar para cima poderia ser um mecanismo de defesa para respirar melhor após a ação do inseticida. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *