Escorpião amarelo é visto em dois bairros de Porto Alegre e vigilância reforça o alerta

Aparecimento do animal deve ser comunicado à Vigilância em Saúde. E, em caso de picada, é preciso ir ao Hospital de Pronto Socorro da capital, que dispõe do soro contra o veneno.

0
16
Escorpião amarelo foi encontrado em um estabelecimento no bairro São Geraldo e em um prédio no Centro de Porto Alegre (Foto: Reprodução/RBS TV)

Mais dois registros de aparecimento de escorpiões amarelos em Porto Alegre aconteceram no último sábado, de acordo com a Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde. Os animais foram visto em um estabelecimento do bairro São Geraldo, e em um prédio, no Centro da cidade.

As equipes técnicas estiveram no local para orientar os moradores. Segundo a coordenadoria, a espécie provoca acidentes graves, com risco de morte das vítimas, especialmente crianças. O escorpião preto não apresenta os mesmos riscos.

Na quinta-feira (12), kits de luvas reforçadas e pinças foram entregues para agentes de combate a endemias vinculados ao Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (Imesf). Trata-se de equipamento adequado para coleta de animais como o escorpião.

Em março, escorpiões amarelos haviam sido localizados na avenida Assis Brasil, próximo à rua João Magalhães. E em janeiro, exemplares da espécie foram vistos também no Centro.

A bióloga Fabiana Ninov, da Vigilância em Saúde, esclarece que o escorpião amarelo costuma habitar locais escuros e úmidos, onde possa encontrar baratas, de que se alimenta. Se algum deles aparece em público e pode ser visualizado, é porque a população de animais está muito grande, e eles saem em busca de alimento.

Em caso de visualização, a orientação é evitar o contato direto com o animal, e tentar eliminá-lo, se possível, esmagando-o com algum objeto, sempre com cautela. O aparecimento deve ser comunicado pelo telefone 156, com dados completos de localização e contato. A bióloga também pede que seja enviada uma foto do animal, se possível.

O último registro de picada de escorpião amarelo em Porto Alegre foi em outubro do ano passado. uma criança de 5 anos foi atendida no Hospital de Pronto Socorro (HPS) após ser picada no bairro Lomba do Pinheiro. O tratamento foi realizado com êxito, conforme a prefeitura.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here