Casos de dengue, zika e chikungunya reduzem, diz boletim

0
8

A 22-edicao-do-boletim-epidemiológico, divulgada nesta segunda-feira, 24, pelo Departamento da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), sobre as notificações de dengue, zika vírus e chikungunya no Acre, apresenta uma redução de 31% nos casos de dengue em comparação a 2015.

De acordo com o informe, até a semana epidemiológica 40, foram notificados 8.425 casos suspeitos de dengue em 2016, que corresponde ao período de três de janeiro a oito de outubro.

Destes, 1.140 (14%) foram confirmados e 6.209 (74%), descartados, sendo que no mesmo período, em 2015, registraram-se 12.253 casos suspeitos – 4.719 (39%) confirmados e 6.866 (56%) descartados.

O governo do Estado, por meio da Sesacre, tem trabalhado em parceria com as secretarias municipais de saúde, prestando assessoria e apoiando nas ações de combate ao Aedes aegypti.

“Os índices estão cada dia menor, porém, devemos continuar eliminando os criadouros dentro das nossas residências e evitar novos casos dessas doenças”, disse Eliane Costa, gerente do Departamento da Vigilância Epidemiológica da Sesacre.

Febre chikungunya

Ainda de acordo com o boletim, até a semana 40, foram registrados 1.042 casos suspeitos febre chikungunya no estado. Sendo que o maior número de notificações ocorreu na 10ª semana epidemiológica de 2016, com redução considerável nas semanas seguintes.

Das 845 coletas, 395 foram encaminhadas para o laboratório de referência da Região Norte Instituto Evandro Chagas e 450, para o laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Zika vírus

No mesmo período, foram notificados 447 casos suspeitos de zika vírus. Destes 473 amostras foram encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Das amostras, 427 estão aguardando análise, 24 resultaram positivas e 23, negativas.

Microcefalia

Em 2016 foram, notificados 43 casos de microcefalia. O acumulado de 2015 e 2016 somam 54 casos – 50 residem no Acre, três em Rondônia e um no Amazonas.

Dos 50 casos residentes no Acre, 30 foram descartados por investigação clínica epidemiológica e/ou laboratorial, 18 estão sob investigação e dois foram confirmados.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here