CCZ de Pres. Prudente confirma mais 35 casos de leishmaniose canina

Do total, segundo o órgão, 33 foram contraídos na cidade. Moradores devem realizar medidas de combate ao mosquito palha

0
21

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Presidente Prudente confirmou, nesta terça-feira (25), mais 35 casos de Leishmaniose Visceral Canina (LVC) no município. Desses, 33 são autóctones, ou seja, contraídos na cidade, e outros dois são importados. Do total, o órgão informou que 28 foram confirmados pelo próprio CCZ e os demais sete por clínicas particulares.

De acordo com o CCZ, os 35 casos estão espalhados por diversos bairros da cidade: João Domingos Netto, com seis catalogações; Anita Tiezzi e Residencial São Paulo, com três cada; Monte Carlo, Leonor, Colina do Sol, Paulista e Vila Real, com dois cada; e Estoril, Formosa, São Sebastião, São Gabriel, Cedral, Mediterrâneo, Tabajara, Ana Jacinta, Eldorado, Castelo Branco, Maracanã, Floresta do Sul e Monte Alto, cada um com um caso.

Com os novos casos, Presidente Prudente contabilizou 142 catalogações positivas neste ano, com 130 autóctones e 12 importadas. “Dos 35 cães, cinco foram confirmados através das coletas que fizemos durante a ‘Campanha de Vacinação Contra a Raiva’ e os demais pelo trabalho de rotina do CCZ e por clínicas particulares”, detalhou Célio Nereu Soares, médico veterinário responsável pelo órgão municipal.

De acordo com Soares, a população deve se preocupar com a patologia e garantir as medidas preventivas contra o mosquito palha, vetor da leishmaniose. “A prevenção ainda é a melhor forma de combater a doença”, concluiu.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here