Investigadores descobrem estrutura da proteína-chave no vírus Zika

0
34

O vírus Zika é transmitido às pessoas, principalmente, através da picada de um mosquito Aedes aegypti ou Aedes albopictus infetado. Uma mulher grávida inftada pode passar o vírus para o feto durante a gravidez ou durante o nascimento. O sexo é outra maneira de as pessoas infetadas transmitirem ZIKV a outras pessoas.

A replicação genómica do vírus é tornada possível pela sua proteína NS5. Esta função do ZIKV NS5 é exclusiva para o vírus, tornando-se num alvo ideal para o desenvolvimento de medicamentos antivirais. Atualmente, não há vacina ou medicamento para combater a infeção por ZIKV.

Agora, numa pesquisa publicada na Nature Communications, cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, determinaram a estrutura cristalina de toda a proteína ZIKV NS5 e demonstraram que a NS5 é funcional quando purificada in vitro.

Conhecer a estrutura do ZIKV NS5 ajuda os especialistas a entender de que forma o vírus se replica.

Além disso, a análise estrutural dos investigadores de ZIKV NS5 revela um potencial local de ligação na proteína para um inibidor, proporcionando assim uma base forte para desenvolver inibidores potenciais contra ZIKV NS5 para suprimir a infeção pelo vírus. A identificação do local de ligação do inibidor da NS5 pode agora permitir aos cientistas desenvolver potenciais fármacos potentes para combater o Zika.

Os investigadores iniciaram a pesquisa percebendo que a estrutura completa do ZIKV NS5 estava em falta; assim sendo, o principal desafio ocorreu durante o processo de purificação da proteína quando o ZIKV NS5 foi degradado por enzimas bacterianas.

Os investigadores superaram esse desafio desenvolvendo um protocolo eficiente para a purificação de proteínas, o que, em essência, minimiza o tempo de purificação para NS5.

Segundo os especialistas, este trabalho fornece uma estrutura para futuros estudos de ZIKV NS5 e oportunidades para o desenvolvimento de medicamentos contra o ZIKV com base na sua semelhança estrutural com a proteína NS5 de outros flavivírus, como o vírus da dengue.

Os investigadores pretendem agora investigar o potencial antiviral do ZIKV NS5 num composto químico que se tem mostrado eficaz na inibição da proteína NS5 no vírus da dengue.

Fonte: Science Daily

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here