Macaco contaminado com febre amarela é encontrado na região

0
23

POTIRENDABA – Mais um macaco foi encontrado contaminado por febre amarela. Desta vez foi em uma mata de Potirendaba.

Este já é o terceiro animal encontrado morto. O primeiro foi em Bady Bassitt e o segundo em São José do Rio Preto. Um operário de 39 anos teria morrido com a febre amarela silvestre, quando é contraída em matas.

Em Potirendaba, o animal foi encontrado pelo dono da propriedade no bairro rural Bananal, a menos de um quilômetro da área urbana da cidade, no dia 7 de outubro.

Segundo a responsável pelo Controle de Endemias da cidade, Páscoa Moretti, amostras de sangue do animal foram coletadas e encaminhadas ao Instituto Adolfo Lutz. “Nossa preocupação era coletar o sangue do animal dentro de oito horas após a morte, pois depois perde o vírus. Então acionamos um veterinário que foi até o sítio, onde colheu a amostra e no dia 21 veio o resultado com a morte do animal pela doença”, explica.

Páscoa fala ainda que nos dias 19 e 20 equipes da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) de Araçatuba (SP), estiveram na cidade para coletarem amostras de mosquitos contaminados, mas ainda não chegou o resultado. “De quando teve o primeiro caso em Bady Bassitt nós não paramos os trabalhos aqui em Potirendaba. Já intensificamos a vacinação e bloqueios nas áreas urbanas e rurais da cidade”, disse.

Na manhã desta quarta-feira (26/10), vários agentes estão realizando bloqueios nos bairros São Francisco, Amadeu Malvezzi e Alvorada, locais mais próximos da mata onde o animal foi encontrado morto.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here