Mais de 60 países poderão ter surtos inéditos de zika vírus

0
15

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que 64 países e territórios estão “em risco” de ter surtos de infecção de zika vírus, devido à presença do inseto dentro dessas nações.

Segundo a OMS, o zika já chegou a mais de 80 países e é provável que o vírus continue se espalhando geograficamente, principalmente nesses 64 Estados, já que nunca ouve qualquer sinal do vírus e estão vulneráveis, devido a presença do Aedes aegypti – mosquito transmissor da zika, dengue e chikungunya.

A lista de países onde a patologia pode se proliferar inclui: Rússia, Egito, Turquia, China, Austrália, Índia e África do Sul.

Segundo a oficial técnica da OMS, Monika Gehner, mesmo que um país não tenha registrado a transmissão do vírus zika, ele tiver o mosquito Aedes aegypti, está em risco.

A especialista explicou que “um viajante que é infectado pelo zika pode ir a uma área de um país onde já há mosquitos estabelecidos ali”. Os insetos podem, então, transmitir o vírus do estrangeiro para outras pessoas, criando um ciclo de transmissão.

O novo levantamento da OMS tem como objetivo fazer um apelo a governos para que invistam em ações de prevenção ao zika, vírus que está associado ao aumento no número de malformações congênitas e outras complicações neurológicas.

** Com informações da ONU Brasil

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here