Nos últimos 3 anos casos de malária caíram em Porto Velho

0
11

A pouco menos de dois meses para o fim do ano, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), comemora a redução no número de casos de malária na capital. O acompanhamento é realizado através do programa de controle de malária e dengue, instalado no Departamento de Controle de Zoonoses (DCZ).

Em 2013 eram 7.837 casos. No ano seguinte houve uma queda de 29%, registrando 5.339. A diminuição significativa veio de 2014 a 2015, com uma baixa de 53%, 2.965 contabilizados em 2015. Ainda não é possível avaliar a queda do ano passado em relação a este ano, até agora são 1.782 registros. Os saldos segundo o supervisor técnico do programa, Jonas Brígido dos Santos, podem ser associados ao planejamento estratégico adotado pela Semusa. “Primeiro nós temos uma equipe de pessoas devidamente treinadas e capacitadas para execução na ponta e segundo que nós trabalhamos com três tipos de planejamento”, disse o responsável ao lembrar que hoje as ações são direcionadas nos locais de casos esporádicos com controle focal, criando um bloqueio.

Na área urbana da cidade estão listados como predominantes de malária os bairros Nacional, Mariana, Triângulo, Cidade Nova e Areia Branca. ” Essas regiões tem maior tendência devido o grande número de igarapés que cortam essas áreas. Todos sabemos que o saneamento ainda é escasso e isso também influencia”, explicou Jonas.

Outra ação em andamento para o controle é a investigação, atualmente 3 servidores trabalham no levantamento para melhor destinação do combate, que pode ser feito com coleta de lâminas, tratamento de doentes e principalmente a borrifação do residual, que consiste na aplicação de inseticida nas paredes das residências.
Fonte:Assessoria

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here