Reforço do sistema e controlo da malária

A World Vision Angola foi seleccionada, ontem, pelo Mecanismo de Cooperação do Fundo Global, através de um concurso público, para coordenar a formação de Agentes de Desenvolvimento Comunitário de Saúde - ADECOS.

0
21

A acção formativa,   realizada em parceria com a sociedade civil e o Programa Nacional de Controlo a Malaria do Ministério da Saúde,  permite o reforço do sistema de controlo e resposta à malária.
Para realização desta acção de formação, que tem  duração de dois anos, foram alocados cerca de  oito milhões de dólares.
A formação pode ter um impacto positivo sobre a vida de mais de um milhão de crianças nas províncias de Benguela, Bengo, Cabinda, Huila, Luanda, Lunda Norte, Malanje, Moxico e Uíge.
Uma das principais metas deste projecto é  reduzir até sessenta por cento a morbilidade e mortalidade por malária até 2020  em relação à linha de bases de 2014 e a redução acelerada da morbilidade materno-infantil e de crianças com idade inferior a cinco anos.
O  director nacional da Saúde Publica, Miguel dos Santos de Oliveira, disse, durante a apresentação do concurso público, que o projecto de formação vem num momento certo e é uma grande contribuição ao país.
Sustentou que o país tem de melhorar os indicadores da  malária, tuberculose e VIH-Sida.
A World Vision  é uma organização humanitária cristã que, ao abrigo dos acordos assinados com o Governo de Angola em 1988, trabalha na área de assistência humanitária, apoiando as populações no fomento do desenvolvimento económico.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here