Um dos motivos é a baixa cobertura da vacina. Quase metade dos moradores de Minas Gerais, onde a situação é mais grave, está imunizada. O ideal seria que 80% tivesse se protegido contra a doença. Segundo o Ministério da Saúde, em todo o País, há 42 mortes confirmadas por febre amarela, sendo 40 em Minas Gerais.

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here