Saúde usa webconferências para atualização em epidemiologia e manejo clínico das arboviroses

thumbnail 4 Video Conferencia Capacitacao Dengue Nielcem Fernandes 12 - Pragas e Eventos

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio Superintendência de Vigilância em Saúde-SVS, realizou nesta quinta-feira 2,  webconferência para atualização em epidemiologia e manejo clínico das arboviroses, como dengue, chikungunya e zika. A webconferência aconteceu no Bloco Bala I na Universidade Federal do Tocantins- UFT e contou com a participação de médicos e enfermeiros do Estado e dos 139 Municípios e puderam acessar a capacitação por meio de computador, tablet ou smartphone com acesso à internet, sem necessidade de deslocamento dos membros das salas e técnicos municipais de seu local de trabalho.

O médico infectologista Flavio Milagres, do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde- CIEVS, explica que a webconferência busca complementar e aumentar o alcance de combate e orientação para os serviços de saúde. “Nós já fizemos no mínimo quatro a cinco capacitações presenciais de diversos modelos, e a webconferência tem um alcance muito grande, hoje mesmo nós tínhamos mais de 60 pessoas logadas assistindo a nossa apresentação. Os profissionais da saúde podem entrar em suas unidades, vigilância, hospitais ou da sua própria casa.”

Ele explica ainda que existem muitas dúvidas com relação a esses agravos, dengue, zika e chikungunha, por serem muito parecidos do ponto de vista do quadro clinico e manifestação. “A nossa preocupação é guiar os profissionais para uma melhor e mais rápida identificação, e consequentemente fazer o atendimento correto. E uma doença que em sete dias pode matar e nesses três, quatro primeiros dias o profissional de saúde tem que ter a capacitação, a atenção e o cuidado de identificar os possíveis pacientes que vão agravar e determinar um cuidado maior.”

Segundo Evesson Farias, da Gerência de Vigilância das Arboviroses (GVA), a webconferência é uma das políticas de divulgação de informação da Vigilância. “Temos mais duas agendadas para o dia 28 de maio sobre vigilância de casos de arboviroses e no dia 25 de junho sobre controle vetorial.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *