servicos de controle de pragas desentupidora porto alegre rs - Pragas e Eventos

Dia 06 de junho foi o Dia Mundial de Combate às Pragas o World Pest Day, data criada em 2017 na China pela Associação Chinesa de Controle contra Pragas (ACCP), organizações e associações internacionais, foi adotada pela Global Pest Management Coalition, com o objetivo da redução e eliminação dos males causados por insetos. 

A ideia é sensibilizar a sociedade sobre essas doenças e a importância de prevenção através de métodos científicos de controle de pragas.

Muitos países e organizações apoiam a iniciativa. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo estão expostas às doenças causadas por vetores, que matam 1 milhão todos os anos. Elas respondem por 17% dos custos causados pelas doenças infecciosas.

Somos essenciais, todos devemos trabalhar para a promoção de um ambiente sadio, evitando os agravados a saúde e danos econômicos, as empresas Especializadas e devidamente legalizadas tem um papel fundamental e essencial para o Gerenciamento Integrado no Controle de Vetores e Pragas. Bilhões perdidos anualmente – Cerca de 40% da produção agrícola global é atualmente perdida para as pragas, revelou a FAO. As doenças das plantas roubam a economia global em mais de 220 bilhões de dólares anualmente.

Insetos-praga, fungos e microtoxinas somados a ataques de roedores são problemas que têm imposto perdas consideráveis ao produtor de grãos, em torno de 15%, e estão relacionadas ao armazenamento inadequado da produção.

Este movimento de vem tomando corpo no Brasil, seja na área de produção e armazenagem de grãos e também porque enfrenta um número crescente de casos de Dengue, Zika, Febre Amarela, Malária e Chikungunya, doenças transmitidas por mosquitos.

 O setor de combate a pragas é essencial e indispensável nas mais diversas áreas, sendo regulado seu funcionamento pela  RDC 622 de 01/04/2022 da ANVISA, que define áreas e setores que devem manter o Combate permanente as Pragas, nos diversos ambientes, tais como indústrias em geral, instalações de produção, importação, exportação, manipulação, armazenagem, transporte, fracionamento, embalagem, distribuição, comercialização de alimentos, produtos farmacêuticos, produtos para saúde, perfumes, produtos para higiene e cosméticos para a saúde humana e animal, fornecedores de matéria-prima, áreas hospitalares, clínicas, clubes,  shopping centers, residências e condomínios residenciais e comerciais, veículos de transporte coletivo, aeronaves, embarcações, aeroportos, portos, instalações aduaneiras e portos secos, locais de entretenimento e órgãos públicos e privados, entre outros.

Obedecendo as recomendações da ANVISA que determina devem ser implementados um “conjunto de ações preventivas e corretivas de monitoramento ou aplicação, ou ambos, com periodicidade minimamente mensal, visando impedir de modo integrado que vetores e pragas urbanas se instalem ou reproduzam no ambiente”.

O Combate a Pragas deve ser desenvolvido com a implantação de um Programa de Gerenciamento Ambiental de Controle de Pragas, por Empresas Especializadas, devidamente registradas nos Órgãos competentes, Vigilância Sanitária e Ambiental, e seu profissionais devidamente capacitados, para garantir a segurança e eficácia dos serviços contratados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *