Garantia de Assistência Técnica (GAT) Controle de Pragas

image2 - Pragas e Eventos

O tema Garantia de Assistência Técnica (GAT) vem evoluindo ao longo dos anos. Os clientes residenciais são um bom multiplicador desta informação.

A RDC 52 da ANVISA, na Seção III –Art. 4º define o Controle de Vetores e Pragas Urbanas como sendo o “conjunto de ações preventivas e corretivas de monitoramento ou aplicação, ou ambos, com periodicidade minimamente mensal, visando impedir de modo integrado que vetores e pragas urbanas se instalem ou reproduzam no ambiente.”

Em paralelo a esta orientação, como demonstra o CENSO 2019 (pesquisa sistemática que acompanha a evolução do setor) somente 12% dos participantes oferecem 30 dias para o Controle Residencial de Baratas.

image2 - Pragas e Eventos

Isto poderá é um problema porque quando uma empresa de controle de pragas vende um serviço de controle de baratas com um prazo de GAT maior do que a legislação indica, além dela incorrer em risco legal e de qualidade, ela reduz o tamanho do mercado e, consequentemente, a capacidade de todas empresas investirem em benefícios e em agregar valor para os clientes. Inclusive para os seus próprios clientes!

Que tal oferecer uma cortesia de uma praga ainda não contratada pelo cliente e que tenha sido detectada pela sua empresa? Esta seria uma forma de fazer o mercado e sua empresa crescerem sem diminuir o mercado e atendendo à uma demanda (então desconhecida) do cliente.

Uma autêntica situação ganha-ganha!

Por exemplo, se o cliente que tem problema com baratas também tiver problema de mosquitos, e a empresa pode oferecer uma verificação de focos de mosquito na residência e aplicação de produtos contra mosquito nos ralos (banheiro, varanda, peri-focal) – esta prática além de agregar benefício a baixo custo, faz também que o mercado seja organizado.

Desta forma, além do desenvolvimento de um potencial novo serviço, toda a atividade de controle de vetores e pragas é valorizada perante o cliente. Listar as pragas para serem feitas estas ofertas poderia estar na pauta da reunião a associação dos prestadores de serviço (praga benefício).

Plante um pensamento, colha uma ação; plante uma ação, colha um hábito; plante um hábito, colha um caráter; plante um caráter, colha um destino.

Stephen Covey

A meu ver existem várias coisas que precisam e podem ser feitas para melhorar a atividade de controle de pragas. Algumas delas são “macro” e não estão ao alcance individual e outras são “micro” e todos nós podemos fazer.

Fica aí a dica.

Quer dar a sua opinião e contribuir para a geração de dados do setor através do CENSO 2019?

Envie seus comentários para censo@analisesetorial.com.br que enviaremos um convite para a sua empresa participar da pesquisa sem custo e acessar resultados parciais.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *